Educação Ambiental: como abordar em sala de aula

A preservação do meio ambiente para evitar a poluição do ar, dos rios, a degradação do solo, o desmatamento. Esses e outros temas cada vez mais urgentes para a nossa sociedade são abordados pela Educação Ambiental. No Brasil, essa área do ensino, prevista em lei federal desde 1999, é definida como “componente essencial e permanente da educação nacional devendo estar presente, de forma articulada, em todos os níveis e modalidades do processo educativo, em caráter formal e não formal”.

Mas como colocar em prática o que está previsto na legislação? A sugestão é de que sejam utilizadas metodologias criativas para promover a conscientização ambiental entre os estudantes. O ideal é que sejam promovidas atividades práticas juntamente com as explicações teóricas necessárias. Aulas ao ar livre, nem que nem no pátio da escola, em contato com os recursos naturais, já tornam o processo mais dinâmico e interessante.

Ações concretas, como incentivar a coleta seletiva do lixo e a redução do desperdício de água devem ser solicitadas aos alunos, tanto no ambiente escolar como em casa. Essas medidas tornam as crianças e adolescentes agentes participativos e levam a uma mudança de comportamento efetiva quando chegarem à idade adulta.

A matéria A Educação Ambiental na Sala de Aula, do site Brasil Escola, traz mais sugestões para os docentes.

Compartilhe esse Post