Criatividade pode ser aliada para incentivar alimentação saudável na infância

Uma alimentação saudável é fundamental em todas as faixas etárias mas na infância é ainda mais essencial, por ser uma fase de crescimento e desenvolvimento do organismo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, os bebês devem receber somente amamentação até os primeiros meses de vida. Depois, vem a introdução de alimentos variados, com muitos vegetais e frutas e gorduras moderadas. Sal e açúcar devem ser evitados. Mas e quando a criança começa a se recusar a comer alimentos saudáveis o que pode ser feito?

Buscar alternativas criativas foi o caminho encontrado por Liege Leite, de 31 anos. Em entrevista ao blog do Educentro, a mãe do Ian, de 3 anos, contou que depois dos 2 anos de idade o filho experimentou açúcar. “Mesmo com parcimônia, ele passou a querer comer somente doces”, recorda. Para resgatar a boa alimentação cultivada antes dos 24 meses, Liege percebeu que era necessário “tornar a comida mais interessante”. Foi então que começou a criar pratos que lembram personagens infantis, bichinhos e paisagens. As fotos fazem sucesso em suas redes sociais e servem de inspiração para outros pais.

Mas engana-se quem pensa que Liege sempre foi adepta de uma alimentação saudável. A musicista e educadora resolveu mudar os hábitos durante a gravidez. “Vivia à base de lanches e macarrão instantâneo.Tinha uma vida corrida demais, dividida entre trabalho, bandas, e outros projetos. E quando se está correndo, em tour, ou cheio de trabalho, não se dá a devida atenção para a gente mesmo. Cuidar da alimentação é cuidar de si mesmo.”

A mudança foi tão profunda que Liege virou adepta do veganismo e começou a atuar também como cozinheira e confeiteira. “Tenho consciência que tenho mais tempo para cozinhar para o Ian por trabalhar com isso. Mas acho que se todo mundo arranjasse um dia ou dois por semana para preparar pratos saudáveis junto com seus filhos, eles aprenderiam naturalmente a se alimentar melhor”. Ela lembra que não adianta nada os pais insistirem para as crianças comerem legumes, verduras e frutas se esses itens passam longe do cardápio dos adultos.

Confira mais orientações de alimentação saudável para crianças:

5 dicas de alimentação saudável para crianças, do site Conquiste Sua Vida

A merenda escolar ideal para seu filho, do site Guia Infantil

Compartilhe esse Post