Como lidar com estresse infantil e preparar para troca de turma ou escola

Final de ano não é só alegria, com a proximidade das comemorações natalinas. Pode ser sinônimo de estresse, inclusive para as crianças. Até a chegada das férias, os pequenos ficam mais agitados e por vezes sobrecarregados com as atividades escolares. O excesso de pressão do encerramento do ano letivo pode gerar ansiedade.

Depois que as aulas acabam, a dica é proporcionar momentos de diversão e brincadeiras, evitando que o período de férias seja marcado por muitos compromissos. Diversas famílias optam por viajar, mas caso não seja possível, ficar em casa descansando é uma forma simples de combater o estresse infantil.

A reportagem Crianças também são vítimas de estresse no final do ano, do jornal Folha de São Paulo, contém relatos de alunos nessa faixa etária.

O mês de dezembro também deve ser de preparação para aqueles que passam por mudanças de turma ou escola. Professores e familiares devem apoiar os alunos nessa transição, que nem sempre é fácil. Conversar a respeito é fundamental, pois não adianta nada esconder ou adiar o assunto.

Para os pequenos que saem da Educação Infantil e passam para o Ensino Fundamental, é importante que os pais ou responsáveis não criem grandes expectativas nas crianças, falando que o próximo ano será mais difícil. Também é essencial que os adultos tenham clareza dos possíveis prejuízos que podem ser ocasionados com as comparações de desempenho com outros estudantes. Cada criança tem seu ritmo individual de aprendizado e isso precisa ser compreendido e respeitado.

Saiba mais orientações sobre mudanças de turma e escola na matéria Fim do ano letivo: hora de preparar as crianças para a mudança, do site Na Escola.

Compartilhe esse Post